Outubro 13, 2016

MOBILE EDGE Junta Decisores de Mercado e Developers

A edição 2016 do Mobile Edge, organizada pela Fundação Portuguesa das Comunicações (FPC) e pela Carbon, centro de competências da BOLD International, juntou nos dias 12 e 13 de outubro alguns dos principais decisores de mercado e developers do nosso país para debaterem estratégias de negócio para a transformação digital e mobile e traçarem as tendências de futuro nestas áreas.

 

O ponto de partida da 3ª edição do Mobile Edge foi dado por Kevin Benedict, Analista Sénior para a Transformação Digital e Mobilidade Empresarial da Cognizant, com uma visão micro da transformação digital em que vivemos atualmente, desde a adoção do computador e da internet, passando pelas aplicações móveis e os wearables, até à Internet das Coisas (IoT), à robótica ou à inteligência artificial. Os decisores de negócio estão cientes de que a transformação digital é essencial para o sucesso de qualquer empresa em qualquer indústria, no entanto como é que estes podem incorporar plenamente a transformação digital? Em primeiro lugar é necessário definir uma estratégia digital suficientemente rápida e clara e investir fortemente nas novas tecnologias.

Com um primeiro dia focado nas empresas e a necessidade destas entenderem as novas tendências de mercado e acima de tudo os novos comportamentos dos consumidores, uma mensagem clara foi passada de que o aumento de tempo de utilização dos smartphones é essencialmente condicionado pelas aplicações móveis. As marcas e empresas ainda muito têm a aprender sobre esta nova realidade.

Carlos Oliveira, Product Manager do Skyscanner, acrescentou que “as empresas têm de compreender a forma como as pessoas interagem com os seus produtos/serviços”. Em particular, nos dias de hoje em que os consumidores passam grande parte do seu tempo no telemóvel, duas vezes mais do que no computador, e que se registam 500 bilhões de “micro-momentos” mobile por dia. Neste contexto, Tony Markovski, Responsável Global pela Transformação Digital e Mobile da Mirum Agency, falou da necessidade das marcas irem ao encontro destes “micro-momentos” e criarem aplicações móveis que sejam intuitivas, simples e funcionais, isto é, que não tenham demasiados interfaces e que satisfaçam a necessidade do utilizador em apenas 1 minuto.

O segundo dia do evento é essencialmente dedicado aos developers, onde são partilhadas as melhores práticas de mercado para quem diariamente gere e desenvolve a presença mobile das marcas. Um espaço essencial para a comunidade tecnológica se juntar e partilhar experiência e conhecimento sobre estas soluções que definem o futuro das marcas.

Entre os vários oradores de excelência deste evento, estiveram ainda presentes nomes como António Cantalapiedra, CEO da MyTaxi, Daniel Eiba, Chief Product Officer da Uniplaces, Ross Sheil da Twitter, entre outros.

A 3ª edição do Mobile Edge debateu o potencial da transformação digital e da mobilidade para os negócios e contou com o apoio de patrocinadores como a Ageas, o Altis Hotels Group, a BOLD International, a Delta Cafés, o E-goi, a Flag, a IBM, a Mytaxi, a NOS Inovação e a Sitecore.

Mais sobre o Mobile Edge: mobileedgeevent.com

Quer um parceiro BOLD?

Contacte-nos.

Iniciar

Junta-te à equipa

Vê as nossas vagas.

Iniciar